Você está em: Aparelho Digestivo
Segunda, 01 Set 2014
consulta
Seg, 12 de Setembro de 2011 15:58

Câncer de Esôfago

O câncer de esôfago mais freqüente é o carcinoma epidermóide, responsável por 95% dos casos.  Outro tipo de câncer de esôfago, o adenocarcinoma, vem tendo um aumento significativo principalmente em indivíduos com esôfago de Barrett associado a doença do refluxo gastroeofageano.

Prevenção e fatores de risco para câncer de esôfago

- Evite consumo excessivo de bebidas alcóolicas ou quentes;
- Evite produtos derivados do tabaco (tabagismo);
- Adote uma dieta rica em frutas e legumes e evite alimentos defumados;
- Outras condições que podem ser predisponentes para a maior incidência deste tumor são a tilose (espeçamento nas palmas das mãos e na planta dos pés), a acalasia, o lesões cáusticas no esôfago, Síndrome de Plummer-Vinson (deficiência de ferro), agentes infecciosos (papiloma vírus - HPV) e  história pessoal de câncer de cabeça e pescoço ou pulmão.

Detecção Precoce do câncer de esôfago

A detecção precoce do câncer de esôfago torna-se muito difícil, pois essa doença não apresenta sintomas específicos. Indivíduos que sofrem de acalasia, tilose, refluxo gastroesofageano, síndrome de Plummer-Vinson e esôfago de Barrett possuem mais chances de desenvolver o tumor, e por isso devem procurar o médico regularmente para a realização de exame de endoscopia.

Sintomas do câncer de esôfago

- Em fase inicial pode não apresentar sintomas;
- Dificuldade ou dor ao engolir, dor no peito, sensação de obstrução (engasgo) à passagem do alimento, náuseas, vômitos e perda do apetite. A dificuldade de engolir pode progredir geralmente de alimentos sólidos até alimentos pastosos e líquidos. A perda de peso pode chegar até 10% do peso corporal.

Diagnóstico do câncer de esôfago

Suspeita de um médico experiente se você tiver sintoma são fundamentais para o diagnóstico. Associam-se também alguns exames de sangue e de imagem. Os exames de sangue servirão para verificar a saúde como um todo. Exames de imagem são fundamentais para fechar o diagnóstico e verificar qual tipo de tratamento pode ser empregado.

O principal exame de imagem que permite ver a parte interna do esôfago é a endoscopia. A endoscopia permite a avaliação visual da lesão, a realização de biópsias e a avaliação citológica. Nesse exame, um tubo flexível com uma microcâmera é introduzida pela boca, passando pelo esôfago, estômago e sendo conduzida até a primeira parte do intestino.

Através da ultrassonografia endoscópica, é possível avaliar o comprometimento da parede do estômago e possível envolvimento de órgãos próximos e gânglios linfáticos. A comprovação do diagnóstico é feita somente por biópsia, que é o exame no  microscópio de uma pequena parte do esofago retirada por meio do exame de endoscopia.

Estadiamento do câncer de esôfago

Após o diagnóstico confirmado serão realizados outros exames de sangue e de imagem para entender em que fase se encontra o câncer. A este processo damos o nome de estadiamento. Com o uso da endoscopia, ultrassom e tomografia computadorizada pode-se estabelecer em que fase se encontra o câncer esofágico.

Na maioria dos casos, achados da cirurgia também contribuirão para o estadiamento do tumor. Existe maior possibilidade de cura para os tumores de esôfago em fase inicial. Tumores em fase inicial são aqueles limitados a parede esofágica. Os tumores de fase intermediária acometem também os gânglios linfáticos ao redor do tumor e os tumores avançados podem envolver outros órgãos próximos, vasos sangüíineos grandes ou órgâos distantes (ao que se da o nome de metástase).

Tratamento do câncer de esôfago

A cirurgia é o tratamento de escolha e o único capaz de oferecer cura ao paciente com câncer de esôfago.  Em casos iniciais pode se utilizar laparoscopia para estes tipos de cirurgia (esofagectomia videolaparoscopica) para que o paciente possa se beneficiar com uma cirurgia minimamente invasiva. Dependendo do estágio do tumor, cirurgia, radioterapia e quimioterapia, de forma isolada ou combinadas, farão parte do tratamento.

RSS Hepatogastro Hepatogastro no Twitter Hepatogastro no Facebook Hepatogastro no Twitter Blogger Hepatogastro Hepatogastro no Delicious
 
Desenvolvido por: Desenvolvimento de Site